Casa térrea com arquitetura de Gilda Meirelles integra os ambientes criando um morar moderno no campo

Casa no campo de Gilda Meirelles

Localizada no Condomínio Quinta da Baroneza, em Bragança Paulista (SP), a Residência MG, projetada pelo escritório Gilda Meirelles Arquitetura, é uma casa térrea onde todos os ambientes se interligam de forma fluida, entregando uma casa com a atmosfera de vida moderna no campo.

Tendo como premissa o desejo dos clientes de viver em uma casa térrea, os 600m2 de área construída foram concebidos a partir de uma área social integrada, onde todos os ambientes se interligam.

A solução adotada pela arquiteta foi implantar a construção em um nível abaixo do nível da rua, criando uma ampla área de entrada para carros, que termina em um pergolado coberto que serve de abrigo aos automóveis ao lado da porta de entrada.

Casa no campo de Gilda MeirellesEsta conexão da área social – integrando sala de estar e jantar – levou à casa uma área ampla para cozinhar, comer e conviver, que também conta com uma outra cozinha mais funcional, fechada. A sala de televisão também se integrou a esta área social, mas com privacidade garantida: a sala pode ser ‘isolada’ quando necessário.

Foram projetados ainda, na área íntima, uma suíte grande com dois banheiros para o casal e mais três suítes de hóspedes. Na área externa, um grande terraço com área de estar e churrasqueira conectam-se à piscina.

O maior desafio, segundo Gilda Meirelles, se deu na implantação, pela premissa de ser uma casa térrea em um terreno com declive. A solução foi criar dois grandes platôs – em um deles está a casa e a piscina, criando um mirante para a vista da fazenda vizinha e, abaixo desse, um segundo, feito no grande gramado para colocar um “shuffleboard”, jogo que é um hobby da família.

Casa no campo de Gilda MeirellesPara que todos os espaços tivessem a vista para o norte, a casa foi dividida em blocos com coberturas e pés direito diferentes, formando um jogo de alturas e volumes, criando ainda uma bela vista para o laranjal ao fundo, já existente na paisagem.

Foram usados materiais práticos, de fácil manutenção, e que se tornassem adaptáveis ao campo sem perder o clima de aconchego. No piso foi instalado um porcelanato mineral cinza da Portobello e nos forros das salas e do terraço está presente a madeira cumaru, macho e fêmea, seguindo todo beiral.

Um detalhe importante do acabamento das fachadas foi o uso da régua de concreto aparente, usada para destacar alguns volumes da residência.

Na estrutura da casa, optou-se pela estrutura metálica coberta com alwitra, beirais bem longos na cobertura e forrados com madeira.

Ficha:
Projeto: Residência MG
Arquitetura: Gilda Meirelles Arquitetura
Área: 600 m²
Ano: 2019
Fotografia: Evelyn Müller

Fornecedores:
Construtora: CPA Engenharia / @cpaengenharia
Projeto estrutural: Engecalc / @engecalc_
Projetos Hidráulico e Elétrica: Guimaro
Estrutura metálica: Alufer / @aluferestruturas
Cobertura: Alwitra / @alwitra.brasil
Piso: Portobello / @portobello
Esquadrias de Alumínio: JMar / @jmaresquadrias

Contato:
Gilda Meirelles Arquitetura
(11) 3085-1752
https://www.gildameirelles.com.br

_____________________