Smart Cites em discussão

Smart Cities

O texto “Smart Cities: Solução para as cidades ou aprofundamento das desigualdades sociais?”, escrito por Teresa Mendes, identifica conceitos inicialmente surgidos na academia, como smart city, que foram sendo incorporados pelas cidades como brands, visando atrair investidores, empresas, profissionais e turistas. Mendes analisa a origem e construção do conceito, assim como a sua operacionalização, para entender se a proposta pode vir a diminuir ou aumentar as desigualdades socioeconômicas das cidades. [Veja+Mais]

Curadoria da 17ª MIA BiVe

Arquitetos Associados Bienal Veneza

A Fundação Bienal de São Paulo definiu a curadoria do Pavilhão do Brasil na 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza. Com abertura em 23 de maio de 2020, a exposição será concebida pelo estúdio colaborativo Arquitetos Associados (composto pelos arquitetos e urbanistas Alexandre Brasil, André Luiz Prado, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel e Paula Zasnicoff) com o designer visual Henrique Penha. [Veja+Mais]

Arquitetura para classe C

Márcio Barreto

“Famílias com menor poder aquisitivo têm adquirido apartamentos cada vez menores, pelo alto custo dos imóveis, e acabam ocupando o tão sonhado “lar doce lar” de forma equivocada, comprando móveis de dimensões erradas, fazendo obras sem o reaproveitamento de materiais, e diante dos retrabalhos, acabam fazendo do sonho um pesadelo”, afirma Márcio. [Veja+Mais]

Natureza Urbana no Pará

Natureza Urbana no Pará

O projeto elaborado pelo escritório Natureza Urbana, respeita a vocação natural da Amazônia, que é projetar uma estrutura harmônica com o ambiente sem parecer uma interferência antrópica. Precisaria ser sustentável, elaborado com materiais facilmente encontrados na região e que apresentasse eficiência energética, além de propiciar oportunidades de interação com a fauna e flora locais, com o mínimo de impacto no meio ambiente. Além disso, o projeto inclui uma área de gestão de resíduos responsável. [Veja+Mais]

“Luta É Todo Dia” vai comandar FNA

Eleonora Mascia, presidente da FNA / Foto:CarolinaJardine

A arquiteta e urbanista Eleonora Mascia foi eleita presidente da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) ao lado de outros 15 colegas que compõem a chapa “Luta é todo dia”, para gestão 2020/2022. Atual vice-presidente da federação, ela é natural de Caxias do Sul (RS) e reside e trabalha em Salvador (BA). [Veja+Mais]

Módulo Rebouças pelo Dal Pian

Foi concebido como um cubo transpassado por um contínuo vazio central para onde se voltam as áreas da recepção do edifício, do foyer do teatro e das circulações coletivas verticais e horizontais periféricas, presentes em todos os pavimentos. [Veja+Mais]

FNA premia vencedores da edição 2019

A Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) anuncia os nomes dos vencedores do 14º Prêmio Arquiteto e Urbanista do Ano 2019 e dos vencedores no Prêmio FNA 2019. Os escolhidos serão homenageados no dia 30 de novembro, durante a programação do 43º Encontro Nacional de Sindicatos de Arquitetos e Urbanistas (ENSA), que acontece em Salvador (BA) até o dia1º/12. [Veja+Mais]

Espaços integrados de Carolina Penna

Com 200 metros quadrados, o projeto implantado em um prédio no Campo Belo, bairro da região sul de São Paulo, resgata a linguagem industrial do edifício – efeito notado pelos fechamento em blocos de concreto e pela infraestrutura elétrica aparente. [Veja+Mais]

Vanessa Féres in natura

Visando a total preservação do ambiente natural, o projeto de quase 400 m2, não derrubou nenhuma árvore e para valorizar a tão amada mangueira, Vanessa Féres dividiu o terreno em dois blocos com acesso exclusivamente por meio de uma passarela suspensa coberta, que envolve a árvore e cria um espaço de contemplação em volta dela. [Veja+Mais]

Falta transparência e ação

Óleo na praia @ClementeCoelhoJúnior / @InstitutoBiomaBrasil / @FotosPúblicas

São quase dois meses desde que as primeiras manchas escuras foram avistadas nas praias do Nordeste, dando início ao que hoje é referido como o maior caso de vazamento de óleo registrado no litoral brasileiro. De acordo com os últimos dados publicados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), de 19 de outubro, o óleo já atingiu Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. [Veja+Mais]

Anexo pelo Reinach Mendonça

O partido adotado, de comum acordo com os clientes, foi o de projetar uma arquitetura que não tivesse nenhuma relação com a casa existente, não só nas suas formas, como também na materialidade. O objetivo era deixar claro as diferenças tanto de época como de função dos novos espaços. Buscou-se imprimir a sensação de estar em outro lugar, para a prática de outras atividades, mesmo fazendo parte da residência existente. [Veja+Mais]

No luto por Agatha, na luta por uma outra cidade

É a política urbana brasileira que demarca os territórios no qual vivem as pessoas “matáveis”. A polícia que assassina é irmã do urbanismo que inventou uma não-cidade / Por Raquel Rolnik [Veja+Mais]

Aeroporto pelo Bacco Arquitetos

Matas Paulistas

Projeto assinado pela BACCO Arquitetos amplia capacidade de atendimento de 3,3 milhões para 8,4 milhões de passageiros/ano [Leia+Mais]

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 00_tarjalivros.jpg