top

 

 

 

Sakaguti Arquitetos Associados

 

,

Adolfo Sakaguti

 

Os profissionais da Sakaguti Arquitetos Associados têm como objetivo criar obras de qualidade que traduzem a personalidade e os anseios de cada cliente, respeitando o princípio básico da sua ocupação ideal no tempo e no espaço com obras de qualidades únicas.

 

 

55 (41) 3352-2442 | @ | WEB

 

 


 

Arquitetura Interiores

Médica

 

Instituto de Neurologia de Curitiba (INC) | Curitiba / PR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ficha:
Projeto arquitetônico: Sakaguti Arquitetos Associados
Projeto luminotécnico:Dayane Frandoloso e Eliana Zielonka / Klee Iluminação
Lâmpadas: Save Energy e Stellatech
Luminárias: Revoluz
Perfis: Mister Led
Fotografia: Cleber Yamaguchi

 

 

 

O centro ambulatorial do Instituto de Neurologia de Curitiba (INC), primeiro de grande porte integrado a um shopping center, em Curitiba / PR. Localizado no piso S1 do Pátio Batel, o novo espaço foi inaugurado em agosto/ 2017.

O centro ambulatorial do INC ainda conta com o espaço “Hospital Virtual”, uma área dedicada à interação do paciente por meio de vídeos institucionais, óculos de realidade virtual 360 graus e TVs touch screen, que permitem ao público conhecer um pouco da história do hospital, tratamentos e novas tecnologias. Neste espaço, encontra-se também uma maquete detalhada da nova estrutura em fase de construção junto ao Centro Hospitalar já existente no Ecoville.

 

 

 

 


 

Arquitetura Interiores

Educacional

 

 

 

International School of Curitiba | Curitiba, PR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquitetura pedagógica - Um dos focos do ISC durante o plano de ampliação da sede foi a criação de uma reflexão conjunta entre a arquitetura e a educação. Em outras palavras, a idealização de um projeto que estivesse de acordo com o caráter pedagógico do colégio e que, ao mesmo tempo, oferecesse soluções criativas e adequadas ao processo de aprendizagem. “Nossa proposta para os pequenos difere dos conceitos pedagógicos tradicionais. No ISC trabalhamos com centros de aprendizagem dentro da sala de aula, nos quais os alunos desenvolvem diferentes atividades com ritmo e equilíbrio, fugindo do conceito de aula puramente expositiva”, avalia Marisete Bolzani, diretora da educação infantil do ISC. O modelo, garante Bolzani, favorece o contato entre os amigos e influencia na dinâmica da aula. “Assim, a arquitetura do novo prédio do ISC defende nossa intenção pedagógica por meio da utilização de mobiliário especial e da amplitude de espaços”.

 

 

 

 

O International School of Curitiba (ISC) finalizou recentemente as obras de ampliação da sede do bairro de Santa Felicidade. A razão do projeto, executado pelo escritório de arquitetura Doria Lopes Fiuza e assinado pelo arquiteto Adolfo Sakaguti, visa oferecer uma melhor infraestrutura para os alunos do Centro de Educação Infantil (ECC), que contempla o Maternal e os Jardins I, II e III, além de promover a integração desses alunos – com idades entre 01 e 05 anos – com os demais estudantes. Até o mês de outubro passado o ECC estava localizado em um casarão histórico cedido ao ISC pela prefeitura da cidade nos anos 1970, no Jardim Schaffer.

O novo prédio, de 2.963m², conta com refeitórios individuais para professores e alunos – com 130m² e capacidade para 72 crianças -, ginásio, vasta área verde para recreação, salas especiais de música, educação física, ballet, ciências, brinquedos, artes, informática, biblioteca e psicomotricidade, além de um espaço para múltiplo uso, em um projeto de arquitetura moderno e que respeita as características sócio-históricas da comunidade escolar. “Além de oferecer uma estrutura mais adequada às exigências do ensino, a integração com os demais alunos e a familiaridade com um ambiente maior são alguns dos nossos objetivos”, explica Anita Pearson, diretora de comunicação do ISC.

Uma das grandes preocupações, ressalta o arquiteto Sakaguti, foi a de empregar materiais de grande durabilidade e que exigissem pouca manutenção. Além do novo Centro de Educação Infantil, a construção de um Centro de Artes Dramáticas e Plásticas, que abrigará um auditório e salas especializadas para artes, música e teatro, faz parte dos planos futuros. Entre as ações de segurança contempladas no projeto, Sakaguti destaca uma passarela própria para o desembarque das crianças e um piso de borracha, que previne ferimentos em casos de eventuais quedas.

O novo prédio segue os padrões das demais instalações de Santa Felicidade, concluídas no ano de 2001 para estudantes dos ensinos Fundamental e Médio. “Trata-se de uma ampliação em terreno anexado, que segue os padrões externos dos outros blocos. No entanto, o acabamento interno está mais colorido e divertido, pois priorizamos a questão das cores e das formas, compatíveis com a realidade das crianças”, coloca o arquiteto. O projeto contempla também alternativas para controlar a acústica e a reverberação do som nas salas e corredores, em função do barulho dos alunos.

Entre as características que diferem o novo prédio do ISC das construções escolares convencionais, está o dimensionamento das salas de aula. “Projetamos ambientes com o dobro do tamanho usual, para facilitar o remanejamento de mobílias, quando necessário, além de oferecer mais espaço e conforto para os alunos”, afirma Sakaguti.
Para facilitar a vida do professor da educação infantil, foram construídos banheiros para as crianças dentro da sala de aula, que garantem a privacidade do aluno, mas que permitem ao educador auxiliá-lo quando necessário. Os banheiros extraclasses possuem pias, vasos sanitários, espelhos e papeleiras em alturas compatíveis com as crianças e com portas que abrem para fora. Já o fraldário possui cuba com ducha higiênica e box com ducha e cortina.

Uma das particularidades do plano – e muitas vezes pouco exploradas pelos educadores e projetistas – são os pátios escolares e áreas externas. Na ampliação do colégio, cada sala de aula tem seu próprio solário cercado para atividades coletivas, com área de aproximadamente 18m², a fim de melhorar a relação do ambiente com o mundo exterior. Os alunos contam ainda com uma área maior de recreação com cobertura para os dias de chuva e com uma quadra ao ar livre para a prática de esportes. “Há também uma sala ampla, destinada às atividades em grupo e apresentações artísticas, com o objetivo de provocar a interação entre as crianças”, finaliza Sakaguti.

 

Fotografia: Diego Pisante.

 


 

 

 

Buscar no Portal>>

 

 

©Jizcom / www.arqbrasil.com.br  - O espaço da arquitetura brasileira