top

 

 

 

PKB Arquitetura

 

Pedro Kastrup

Buzanovsky
Fernanda Carminate
Ana Clara Lima
Luiza Baêta Neves

 

 

A PKB Arquitetura foi criado em 2010, com sede em Niterói (RJ) e uma equipe formada por profissionais das áreas de arquitetura, design, engenharia e fotografia, criando espaços inovadores e dinâmicos, nos segmentos comercial, cenográfico e residencial.

 

 

55 21 3492-4767 | @ | WEB

 

 

 


 

 

Interiores

Residencial

 

 

 

Apartamento Jardim Botânico | Rio de Janeiro / RJ

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O casal de advogados com dois filhos pequenos adora a ideia de morar em um apartamento com cara de casa e por isso buscaram pela segunda vez um apartamento térreo que tivesse o clima de uma casa com todos os serviços que um prédio oferece. A premissa para o projeto era que a nova residência tivesse um estilo acolhedor, que as pessoas se sentissem bem ali, que seus dois filhos, uma menina de 7 anos e um menino de 4, tivesse a liberdade de brincar e que seus amigos e parentes se sentissem também em casa.

A primeira ideia foi trabalhar as duas varandas de formas diferentes para atender às demandas da família. A varanda menos que conecta a sala com dois quartos foi projetada tendo em mente os jantares que o casal costuma dar em casa. O extenso banco de concreto com o jardim de fundo e piso em ladrilho hidráulico azul dão a sensação de um pátio particular. Para dar um pouco de privacidade aos quartos foram desenhados painéis de correr com venezianas móveis que podem ser fechados nos dias de festa escondendo o balanço, objeto de desejo pedido pela cliente já nas primeiras reuniões. Já a varanda de trás, a maior das duas, atende tanto aos desejos do casal quanto aos filhos com sua ampla cozinha gourmet equipada com churrasqueira, adega, cervejeira e máquina de gelo e uma piscina aquecida para ser usada o ano todo.

Um ponto importante solicitado pelos clientes foi em relação à privacidade já que as duas varandas eram parcialmente abertas para as áreas comuns do prédio. A solução veio através da cobertura de vidro jateado com fechamento vertical em venezianas de vidro que podem ser fechadas para maior privacidade ou preservar o ar condicionado. Na área da piscina foi usada uma cobertura de policarbonato retrátil para entrada do máximo de ventilação e luz natural quando a mesma estiver sendo usada.

A sala de estar é o ambiente mais amplo da casa com cerca de 60m². O tamanho do ambiente era desproporcional em relação ao pé-direito original de menos de 2,5m, fato que incomodava bastante a proprietária. A solução foi retirar o rebaixo de gesso deixando aparente a laje do prédio que tinha uma textura muito bonita, porém essa ideia não foi muito bem aceita pelo marido, um pouco mais conservador, que tinha medo da sala ficar com um aspecto frio por conta do concreto. Desse impasse veio a proposta de criar um pergolado de madeira vazado em parte da sala que, juntamente com o piso de madeira, proporcionam a sensação de aconchego que eles tanto queriam. Ainda sobre o uso da madeira, foi desenhado um painel revestindo a parede da porta de entrada que recebe um banho de luz dos spots embutidos no piso. Para balancear o peso da madeira, na parede oposta foi colocado um móvel em laca branca para armazenar as louças e objetos da família com um fundo em pedra São Tomé em cacos aplicada diretamente na parede. Um espelho bronze foi colocado no fundo da parede de jantar para esconder a lateral da adega e a parede do lavabo refletindo o jardim da varanda trazendo um pouco do verde para dentro da sala.

O lavabo foi pensado para ser um ambiente mais dramático onde quase toda a iluminação é feita por sancas embutidas no gesso e apenas um spot dando foco à bancada com cuba esculpida de mármore carrara encapada com madeira freijó. As paredes receberam textura de concreto em réguas feita no local.

A cozinha original do apartamento era bem menor pois contava com hall de serviço que liga a sala aos quartos. Instintivamente propusemos eliminar o hall ganhando mais área para a cozinha e abrir a adega, que tinha acesso por esse hall, para a sala. Com isso, a cozinha ficou bem mais ampla permitindo a criação de uma ilha e uma mesa para até 6 pessoas, onde a família faz a maioria das suas refeições do dia-a-dia. Os acabamentos e cores foram inspirados pelas cozinhas da década de 50, com seus tons claros e cores pastéis. Todas as paredes foram revestidas com a cerâmica Liverpool da Portobello em uma paginação espinha de peixe. O mármore escolhido para a ilha é o Carrara por ter um desenho bonito e funciona como um painel para quem entra na cozinha. Para balancear toda a leveza do ambiente, foi escolhido um piso imitando concreto no formato 90x90 também da Portobello. Na parede que dá acesso aos quartos, uma estante suspensa feita em serralheria com portas de correr de vidro jateado, ao mesmo tempo que emoldura a TV, armazena as louças do dia-a-dia.

O quarto do casal, apesar de ser amplo, não passava a impressão de ser do tamanho que é por ser muito estreito e comprido. Ao mesmo tempo em que tínhamos essa questão da proporção no quarto, o banheiro era grande demais com espaços mal aproveitados por uma banheira de hidromassagem que os proprietários não faziam questão. Para resolver essas desproporções, sugerimos descontruir o banheiro abrindo-o totalmente para o quarto e se transformando em uma extensão do closet. Todo esse conjunto banheiro-closet pode ser isolado da área de dormir por uma porta de correr. Enquanto o banheiro utiliza cores e texturas neutras o closet traz um choque de cor com suas portas azuis e seu piso de madeira natural. Seguindo a ideia da integração dos ambientes, o revestimento imitando concreto da Decortiles que reveste a parede da pia vira para o quarto e funciona como um painel para a TV. Do lado oposto, na parede da cama, a mesma textura de concreto está presente na viga aparente que foi revelada após a retirada do gesso original para aumentar o pé direito do quarto. Para balancear a frieza do concreto, a cabeceira da cama recebeu um painel ripado em freijó que traz o conforto e aconchego que o quarto merece.

 

 

 

 


 

 

Interiores

Comercial

 

 

 

ibis Hotel | SP

 

 

Com o objetivo de trazer inovação e design para a marca ibis, o escritório apresentou projetos que contemplam o novo comportamento digital, com design disruptivo e que busca trazer uma experiência marcante aos clientes. “Priorizamos espaços nos quais a arquitetura e o design resultem em bem-estar, conforto e percepção de se sentir em um lugar único”, afirma Pedro Kastrup.

Ao todo, o PKB Arquitetura já reformulou duas unidades da rede, sendo o recém-inaugurado ibis Ribeirão Preto, e o ibis budget São Paulo São João, que entra em obras no início de setembro. Áreas sociais como lobby, recepção, loja, restaurante, lounge e sala de convenções fazem parte da repaginação que utiliza, muitas vezes, do ambiente ao redor para criar climas aconchegantes. “Os clientes gostam de ambientes acolhedores. O design é essencial para a AccorHotels e para a marca ibis e, por meio dele, queremos que o hóspede tenha uma experiência única”, comenta Catarina Nedavaska, gerente de Design da AccorHotels.

Os primeiros conceitos de decoração da marca ibis foram desenvolvidos por volta dos anos 1999 e 2000 quando iniciaram a construção dos primeiros hotéis da rede no país. Já o setor de Design foi implementado na sede da AccorHotels no Brasil em 2012, atuando desde então em toda a América do Sul. Antes disso, a gestão era feita pelo departamento de Design global da AccorHotels, sediado em Paris.

 


 

Interiores

Residencial

 

 

 

Apartamento Icaraí | Niterói / RJ

 

 

Elegância e estilo. Apartamento para uma família jovem e antenada ao mundo de design. Com ampla sala, palco de muito encontros de amigos e familiares, o projeto integra os ambientes de estar, jantar e cozinha através de uma painel em laca preta, dando unidade ao ambiente. De base cinza, freijó e preto, a paleta do projeto é preenchida por toques coloridos em objetos e mobiliários soltos trazidos de diferentes cantos do mundo nas viagens de família, o que gera identidade e particularidade ao projeto. Ainda na sala, uma parede de 14,5m se estende desde a entrada do apartamento, passando pela sala de jantar e estar. Esta parede foi revestida em ladrilho hidráulico gelo e com painel à meia altura em freijó com bits de diferentes espaçamentos, tendo próxima à entrada do apartamento uma iluminação mais dramática com focos de AR70 marcados no ladrilho e mais amena ao passar pela sala de estar e jantar. Além disso, junto com a cadeira T+T , os dois quadros do acervo da família, um do Lucio Costa e outro do Oscar Niemeyer, dão elegância e estilo ao projeto.

A entrada do apartamento é marcada por um painel em laca azul, fosco, que engloba a porta e destaca o hall de acesso. A transição do hall para a sala, se dá, por um lado, pela parede de ladrilho já mencionada e por outro, um painel de 3,70m de espelho bronze, formando um corredor. Na sala de jantar, uma mesa de mármore Carrara e pés em freijó dão lugar a seis designers distintos, dentre eles Carlos Motta, Paulo Alves, Jader Almeida, Charles Eames e etc. Além disso, como apoio à mesa dois módulos ripados em madeira ,do Estúdio Bola, foram fixados na parede, como um buffet.

Na sala de estar, o tapete Muxarabe com fundo preto, delimita o ambiente e é palco de grandes acontecimentos e nomes, como a poltrona Tajá laranja, banco Sonia, ambos do Sergio Rodrigues e cadeira Lattoog. O jogo de contrastes é intenso, pois apesar da base cinza do porcelanato e do freijó, o tapete preto e branco bastante marcado, junto ao sofá de couro caramelo e a poltrona laranja, fazem um jogo de irreverência e elegância.

A cozinha, em tons de cinza, é integrada à sala através do painel em laca preta e através do desenho do piso, no qual o porcelanato hexagonal em tons de cinza, avança sobre o porcelanato tipo concreto de 120x60, ambos da Portobello. A iluminação natural se dá através de cobogós de concreto que a divide da área de serviço e possui dois pontos de cor, o rosa do armário e o azul das cadeiras Mucuri do design Zanini di Zanine.

No banheiro social, a culpa esculpida em Quartzo Kensho e o revestimento Carbone da Decortiles roubam cena. Os tons de cinza do banheiro, presentes nos revestimentos e cuba, são quebrados pela presença do freijó na prateleira baixa e na bandeja ripada projetada para encaixe na cuba esculpida, como apoio à adornos. Além disso, o toque irreverente do banheiro é causado pela luminária amarela, com pegada industrial (à princípio utilizada em ambientes de trabalho) fixada no teto, a qual foi trazida pelo cliente de uma viagem à Portugal. Para o filho de 1 ano, foi projetado um quarto lúdico com berço desenhado exclusivamente para interação da criança com o cachorro da família através de um visor de vidro e palhinha. Um tom de azul fechado dá a graça aos adesivos com temática infantil colados na parede.

No quarto do casal, o painel em veneziana em laca branca faz a transição do quarto para o closet, promovendo integração e privacidade entre os dois ambientes. O mesmo azulejo hidráulico na cor gelo com o painel à meia altura em freijó, da sala, se repetem na cabeceira da cama, seguindo a paleta e gerando unidade ao projeto. Como apoio à cama uma composição de duas mesinhas hexagonais cinza e uma em metal branco, de uma lado e um gaveteiro em laca branca junto ao pendente Diesel, ornam o ambiente.

Ficha:
Apartamento Icaraí, Niterói / RJ
Área útil: 150 m2
Fotos: Denilson Machado – MCA

 


 

Interiores

Residencial

 

Apartamento Botafogo | Rio de Janeiro / RJ

 

 

 

Com 60m2, a primeira solução proposta para o apartamento foi a integração da sala de jantar com a sala de estar e cozinha. Com toques de cores vibrantes, estampas geométricas, quadros e objetos decorativos adquiridos pelos clientes antes da reforma, o apartamento busca transparecer o perfil deles em ambientes despojados, aconchegantes e bastante funcionais.

O hall de entrada foi todo revestido por quadrados de madeira formando um grande cubo de entrada, com toque de cor em um móvel buffet em laca verde. Uma bancada alta em madeira freijó com banquinhos Tolix para busca agregar a cozinha e sala com ar mais urbano. Pendentes na cor laranja com lâmpadas de filamento dimerizadas propiciam um clima mais intimista para os jantares.

Para manter o clima informal e ganhar espaço a mesa de jantar foi projeta de forma a possibilitar mudar de posição, com um banco fixo em marcenaria de um lado e as cadeiras Lenzi de Zanini de Zanine do outro. A sala de estar ganha personalidade no tapete de estampa geométrica Domo de Salvatore Minuano para compor foi desenhado pela equipe PKB Arquitetura o rack em marcenaria com portas vazadas com furinhos feitos através de corte a laser e acabamento laqueado.

O escritório com marcenaria planejada e estante em cremalheira faz se também de quarto de hospedes para amigos que venham a pernoitar no lar do casal. No banheiro social optou-se por usar o cinza escuro com toques de amarelo. O quarto do casal vem em tons mais sóbrios, como branco, gelo e cinza, porém, com a particularidade da cabeceira com aplicação do Favo em alto relevo (revestimento da Rerthy).

Assim como no quarto, no banheiro da suíte a ideia foi elaborar um ambiente mais clean , com aplicação do Metro Gray e Metro White da Eliane, bancada branca e armário em freijó sem cores fortes . Com ar industrial, masculino e moderno, o apartamento é ideal para o casal, que adora receber amigos.

 

 

Apartamento Botafogo | Rio de Janeiro / RJ
Ano: 2015
Área: 60 m²
Fotos: Marcos Bravo

 


 

Arquitetura

Residencial

 

 

Casa DT | Maricá / RJ
 



Casa DT
Local: Maricá, Rio de Janeiro
Ano: 2013
Imagens: Marcos Bravo

 


 

 

 

Buscar no Portal>>

 

 

 

©Jizcom / www.arqbrasil.com.br  - O espaço da arquitetura brasileira