top

 

 

Home Arqbrasil

 

CABE Arquitetos / SP

Home Arqbrasil

 

Celia Bertazzoli
Marcos Cardone

 

 

 

 

Escritório com 25 anos de mercado e com mais de 1 milhão de m2 de projetos para o setor de saúde. A equipe multidisciplinar do escritório trabalha com o conceito Healthcare Design Thinking e atende todas as etapas, desde o planejamento, projeto, consultoria, criação e modernização de ambientes de saúde interativos, humanizados, inovadores e eficientes.

 

55 (11) 5589-5199 / 5584-5277 | @ | WEB |

 


 

 

Share

 

 

 

Arquitetura
 Interiores

Educacional

 

Escola Equilibrium | São Bernardo do Campo / SP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Cabe Arquitetos classificou o projeto RETROFIT SUSTENTÁVEL – Requalificação de Galpão Industrial para abrigar nova sede de escola infantil - Categoria Profissional – Modalidade Institucional, na primeira etapa do VI edição do Prêmio Saint Gobain de Arquitetura Habitat Sustentável.

A proposta foi uma solução para o antigo galpão, que estava fora de uso, preservando o patrimônio histórico e a característica industrial do local e da cidade, com uma renovação eficiente para a nova sede da Escola Equilibrium, núcleo de educação bilíngüe, em São Bernardo do Campo (SP), direcionado para crianças entre zero e 6 anos.

O foco era a adaptação e melhoria das estruturas, em função do conforto e ampliação das possibilidades de aproveitamento do antigo edifício, para transformar o espaço em um ambiente sustentável, para os usuários e o entorno, ampliando a qualidade de vida. “Tanto os processos de construção, quanto o objetivo da instituição, guiou o desenvolvimento do projeto, assumindo um caráter educativo e a responsabilidade ambiental, na convergência entre o meio sustentável construído e o processo educacional das crianças”, explica Marcos Cardone, arquiteto e sócio-diretor da CABE.

A opção foi por revitalizar o galpão industrial já existente, ao invés de sua demolição. Foi realizada uma análise detalhada, evitando desperdícios ao longo do processo da obra, com reaproveitamento, adequação à sustentabilidade em termos de eficiência e conforto térmico, acústico, visual, para garantir o bem-estar dos usuários. Também se criou uma ocupação permeável verde, de 70% da área externa, com paisagismo interativo, com diversas espécies, capaz de estimular um vínculo afetivo com as crianças.

Princípio sustentável e pedagógico

Para viabilizar a necessidade do aumento no número de salas de aula da escola e ampliar a relação cotidiana dos alunos com o meio exterior, optou-se pela implantação de containeres. Em sintonia com o plano pedagógico, foram definidos quatro núcleos de atividades com o objetivo de colocar em prática os princípios de sustentabilidade.

Cada núcleo foi composto por um conjunto de dois containeres reparados, unificados por uma cobertura translúcida, e por uma área livre ao seu redor, que propicia programas de atelier e sociais e/ou motoras, com a intenção que ensinamentos realizados no interior se complementassem no exterior e vice-versa.

Dessa forma, a principal característica de cada ambiente é a flexibilidade, podendo receber diversos usos de acordo com as atividades programadas, além de serem estruturas adaptáveis para diversas funções, caso haja necessidade de expansão da escola.

A circulação foi outro ponto de destaque. As duas quadras poliesportivas, ao lado do pátio de eventos, se transformam em um espaço ideal para festas e atividades realizadas junto aos pais e familiares dos alunos. Para iluminação e ventilação natural foram criadas aberturas na fachada, sobrepostas, painel metálico perfurado, que controla a incidência de raios UV, além de servir como elemento unificador do edifício e proporcionar uma base para a identidade visual do cliente e garantir a segurança dos usuários da escola.

Um aspecto essencial para a concepção do projeto foi a prevenção e controle de seus impactos ambientais, durante e pós-implantação. A obra foi planejada em todas as etapas da edificação, especificando-se materiais e técnicas construtivas rápidas e secas, garantindo a qualidade de trabalho da equipe, a rapidez e a sustentabilidade através da diminuição do consumo de água para obra e do descarte de resíduos. Além disso, a redução e reutilização de materiais existentes no galpão geraram soluções criativas para a confecção de equipamentos, que poderão ser utilizados pedagogicamente para o ensino consciente.

Ficha:

Equipe
• Autor do projeto: Marcos Cardone
• Design conceitual: Laura Cardone
• Coordenação Técnica: Célia Bertazzoli
• Design Gráfico 3D: Carla Andrade
• Detalhamento de Projeto: Natalia Merloti
• Pesquisa de materiais: Jéssica Correia

Fornecedores
• Maxi Paint do Brasil / • Placo / • Isover / • Brasilit / • Cebrace / • Perfilor / • Braston / • Weber / • Ecophon / • Gabbinetto Breton

 

 


 

 

 

 

Arquitetura
 Interiores

Médica

 

 

Amparo Saúde | São Paulo / SP

 

Referência em arquitetura para setor de saúde, a CABE Arquitetos foi a empresa escolhida para assinar os projetos da rede de centros médicos Amparo, a startup que tem como propósito promover serviços de saúde acessíveis à população. A Amparo tem três clínicas próprias na cidade de São Paulo: as unidades Lapa, Vergueiro e Paraíso. Cada uma delas conta com vários especialistas, incluindo médico de família, oftalmologista, pediatra, dermatologista e ginecologista,além de serviços de vacina.

Design Empático

Com uma metodologia própria e disruptiva, o escritório de arquitetura trabalhou em um layout focado no usuário, visando compreender suas necessidades para desenhar ambientes empáticos e modernos, capazes de deixar impressões duradouras. Ao aprofundar-se na esfera física e emocional do paciente, foi possível integrar esse aprendizado ao design, priorizando o acolhimento - para desencadear a máxima conexão entre médico e paciente, e a eficiência, o conforto e a agilidade nos procedimentos.

Para fortalecer a identidade da marca foram utilizadas as cores do logotipo Amparo - verde, laranja, rosa e cinza, no mobiliário e em detalhes da decoração. Os ambientes buscam promover a saúde através de uma identidade forte e convincente com um design estimulante, mas ao mesmo tempo, convidativo e hospitaleiro, favorecendo as relações entre os clientes, colaboradores e comunidade.

“Os espaços de saúde estão em constante evolução. Clínicas e outros ambientes médicos precisam acompanhar esses crescentes ciclos de transformação, que exigem projetos mais flexíveis e adaptáveis”, pontua Marcos Cardone, fundador e sócio-diretor da CABE.

Ele destaca, ainda, que a arquitetura deve contribuir na revisão de processos e na modernização de instalações existentes, convertendo velhos edifícios em locais de serviços integrados. Segundo o arquiteto, os ambientes de saúde estão, cada vez mais, priorizando o bem-estar dos usuários e, ao mesmo tempo, promovendo uma melhora na eficiência dos cuidados. “Um projeto guiado por estes conceitos, para ser bem-sucedido, depende de uma compreensão profunda de como as pessoas vivenciam os espaços, em todos os momentos, desde a recepção até a etapa em que avalia a assistência recebida”, finaliza Cardone.

A equipe dedicada ao projeto Amparo Saúde é integrada por profissionais de diferentes áreas. Arquitetos, engenheiros, designers e gestores de saúde trocam experiências e percepções em todas as etapas, para gerar as melhores soluções aos centros médicos.

Tecnologia e Sustentabilidade

O trabalho para as unidades Amparo Saúde se destaca, também, pelo uso eficiente da tecnologia e a preocupação ambiental.

Automação – Todos os acessos são controlados remotamente nos centros médicos. Salas de exames com conectividade, rede e monitores digitais para teleconferência com colaboradores, laboratórios e centros de diagnósticos, promovendo um tratamento mais interativo e participativo com o paciente.

Eficiência Energética - Iluminação LED e fachadas pele de vidro, com baixa transmissão de calor, controle de luminosidade e o benefício da iluminação natural nos ambientes.

Sustentabilidade - Construção do tipo “obra seca”, com reduzido consumo de água nos canteiros. Coleta seletiva de resíduos e aplicação de superfície sólida nos tampos, que minimiza a propagação de germes e reduz o custo de higienização. Manta vinílica em todas as áreas de piso, que elimina a geração de resíduos nas obras. Paredes de áreas molhadas revestidas em manta vinílica “Mural Plus” – Gerflor e papel de parede vinílico. Equipamentos de higiene em painéis compactos melamínicos, integrados no design clínico.

Acessibilidade - Balcões de atendimento, circulação, acessórios de banheiros, mobiliário das salas de esperas e salas de exames com design inclusivo.

 

 


 

 

 

 

 

 

Buscar no Portal>>

 

 

©Jizcom / https://arqbrasil.com.br  - O espaço da arquitetura brasileira