Ter espaços integrados vai além do ‘derrubar paredes’. Para Eliane Mesquita é preciso planejar quais ambientes serão integrados e zelar pela funcionalidade

Com cem por cento de integração, quarto, banheiro e closet conversam em plena harmonia. O padrão de cores neutras unificou os ambientes, mantendo a modernidade e a sofisticação.

A arquiteta Eliane Mesquita apresenta duas sugestões modernas e sofisticadas, além de dicas importantes para quem está pensando em mais flexibilidade dentro de casa.

Paredes de fechamento ou vedação geralmente são eliminadas para liberar espaço e se conseguir um novo layout. Fique atento e consulte sempre um profissional para fazer a avaliação de quais paredes podem ser retiradas.

Geralmente consultamos um projetista de estrutura para analisar a possibilidade de eliminar alvenarias. E a infraestrutura de elétrica e hidráulica deverá ser reposicionada.

Para evitar conflito de informações entre os espaços, procure seguir a mesma linguagem na decoração. A escolha dos revestimentos, do mobiliários e o projeto luminotécnico pode ajudar a demarcar bem a função de cada área, sem perder a boa comunicação.


1- No amplo living de cores neutras, o espaço dedicado à sala de jantar ganhou destaque com a estante que mescla nichos de madeira e laca bege ao fundo. A integração dos espaços pode acontecer em ambientes grandes ou pequenos. O importante é definir o layout criando diferentes ambientes de convivência.

2- A alegria e o conforto são fortes características nesse projeto. A sala de jantar é integrada ao living e parcialmente à cozinha. Com a porta fechada, é possível ocultar este cômodo com as portas de correr.

3- Com ar totalmente urbano e fluido, o living é integrado à sala de jantar e à cozinha. O balcão (ao fundo) permite perfeita interação entre os convidados enquanto o anfitrião prepara o jantar.

Eliane Mesquita Arquitetura
(11) 94120-5322
www.elianemesquita.com