Isenta de poros, combinação entre resina plástica e cargas minerais impede que micro-organismos se proliferem.

Superfície sólida para material hospitalar

Posto de enfermagem de hospital

A pandemia de Covid-19 impactou de tal forma a existência humana que é difícil encontrar uma atividade que não tenha sido afetada. Materiais que evitam a proliferação de bactérias e fungos, por exemplo, passaram a ser vistos como alternativas interessantes para a fabricação de mobiliários, cubas, pisos e estações de trabalho. Em hospitais, então, tornaram-se praticamente obrigatórios. Sob esse pano de fundo, a superfície sólida (solid surface), nome da combinação entre resinas plásticas e cargas minerais, desponta como uma opção promissora.

Isenta de poros, a superfície sólida não permite o crescimento de colônias de micro-organismos. Essa característica também auxilia na hora da limpeza e na resistência superior a manchas. Por essas razões, associadas ao maior conforto térmico, mesmo sob temperaturas extremas, e elevada resistência mecânica – equivalente à da pedra natural –, a superfície sólida tem ganhado cada vez mais espaço nos projetos arquitetônicos de hospitais, clínicas e consultórios.

“Outra característica muito apreciada pelos arquitetos é o fato de que esse material viabiliza qualquer tipo de design com emendas imperceptíveis”, salienta Karen Braescher, diretora da Lure Surface, empresa paulista especializada na fabricação de superfície sólida.

Desde 2018, quando deu início à fabricação de superfície sólida, o setor de saúde responde por fatias importantes do faturamento da Lure Surface, lembra Karen. “Até que, no ano passado, registramos um salto considerável nas vendas, muito em função dessa busca pela maior funcionalidade dos materiais”. Grandes projetos, como os hospitais da Prevent Senior, GRAAC, AACD, Samaritano, Sírio Libanês, Rede D’Or e Albert Einstein, entre outros, adotaram recentemente a superfície sólida da Lure Surface.

“No momento, estamos concluindo o fornecimento de breezes para a nova unidade da Universidade Einstein, em São Paulo”. Ao todo, 200 toneladas de superfície sólida foram transformadas em breezes, nome dos componentes arquitetônicos que ajudam a regular a temperatura dos ambientes e, com isso, reduzem as despesas com ar-condicionado.

Sobre a Lure Surface
A Lure Surface é uma fabricante de superfície sólida situada em Ipeúna, na região de Rio Claro, onde opera uma unidade de 25 mil m². É controlada pela E4, companhia que, desde 1998, ajuda a transformar ideias em objetos, de uma única peça até a produção em larga escala.

Serviço:
Lure Surface
Tel.: (19) 3576-9220  e  (19) 99263-9679
luresurface.com