Sika Brasil Lança Projeto Inovador para Reduzir Resíduos Sólidos e Promover a Sustentabilidade

Sika Brasil a caminho do Aterro Zero

Michelle Nespoli, Gerente de ESG Latam da Sika, e Cláudio Nogueira, Diretor Executivo TM Concrete, demonstram seu apoio a uma causa maior: a preservação do meio ambiente para as gerações futuras com o uso das canecas de aço inoxidável.

A Sika Brasil lança o projeto “Caminhada para Aterro Zero” para reduzir o envio de resíduos sólidos para aterros. A iniciativa visa aumentar a taxa de reciclagem e compostagem nas fábricas da empresa, visando zerar o aterramento. Parcerias com ONGs e canecas de aço inoxidável para colaboradores completam o projeto.


A questão dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) representa um desafio significativo para o Brasil, com implicações ambientais e de saúde pública.

De acordo com dados recentes da Associação Brasileira de Resíduos e Meio Ambiente (Abrema), o país produziu 77,1 milhões de toneladas de RSU no último ano.

Desse total, 61% foram destinados a aterros sanitários e 39% para áreas inadequadas, contribuindo para problemas ambientais e de saúde pública.

O Projeto “Caminhada para Aterro Zero” da Sika Brasil

A Sika Brasil, subsidiária de uma líder global em produtos químicos para construção civil e indústria automobilística, lançou o projeto “Caminhada para Aterro Zero” visando contribuir para a redução desses números alarmantes.

A iniciativa visa aumentar a taxa de reciclagem de resíduos em suas fábricas, com a meta ambiciosa de zerar o envio de resíduos sólidos para aterros sanitários.

Estratégias e Implementações

Para atingir esses objetivos, a Sika Brasil está adotando várias estratégias. Em suas fábricas em Osasco e Lençóis Paulista, a empresa implementou práticas como compostagem de resíduos orgânicos e coprocessamento de resíduos.

Na fábrica de Osasco, por exemplo, a compostagem já reduziu em 30% o volume de resíduos enviados para aterros, e até o final deste ano, a meta é compostar 100% desses resíduos.

Além disso, a Sika Brasil estabeleceu parcerias com organizações locais, como a ONG ADEFILP, para reciclar resíduos e contribuir para a inclusão social.

Compromisso com a Economia Circular e a Responsabilidade Ambiental

Como parte do projeto, a Sika Brasil está introduzindo canecas de aço inoxidável personalizadas para seus colaboradores, visando reduzir o uso de copos plásticos e promover uma cultura de responsabilidade ambiental.

Essa iniciativa não só é ecologicamente correta, mas também serve como um lembrete do compromisso da empresa com a sustentabilidade e inspira os colaboradores a agirem como agentes de mudança em suas comunidades.

Rumo a uma Pegada Zero de Carbono

A Sika Brasil reafirma seu compromisso com o crescimento sustentável e a economia circular, buscando não apenas reduzir, mas eliminar sua contribuição para os aterros sanitários e promover a gestão eficiente de resíduos.

O projeto “Caminhada para Aterro Zero” reflete esse compromisso e sinaliza um passo importante em direção a uma pegada zero de carbono.

Kelly Santos, gerente de SGI e Meio Ambiente da Sika Brasil, destaca: “Estamos empenhados em prevenir o desperdício e garantir a gestão ideal de resíduos. O projeto ‘Caminhada para Aterro Zero’ reflete esse compromisso”.

Contato:
Sika Brasil
0800 703 7340
https://bra.sika.com/


Referências — Sika Brasil; Resíduos Sólidos Urbanos (RSU); Aterro Sanitário; Sustentabilidade; Reciclagem de Resíduos; Economia Circular; Gestão de Resíduos; Compostagem; Coprocessamento; Responsabilidade Ambiental; Pegada Zero de Carbono; Redução de Resíduos; Cultura Sustentável; Meio Ambiente; Inclusão Social; ONG ADEFILP; Canecas de Aço Inoxidável; Compromisso Ambiental; Impacto Ambiental; Eficiência Energética.